string(7) "#ef8567" Saltar para o conteúdo principal Mapa do Site Ajuda de navegação e acessibilidade web

Voltar aos lugares onde fomos felizes

O LU.CA regressa com um novo fôlego

Voltar aos lugares onde fomos felizes. É com este entusiasmo que voltamos em setembro a abrir as portas do LU.CA. Recomeçamos com novo fôlego, a pensar com todo o cuidado na forma mais segura de receber as crianças e os adultos no Teatro.

Os Conde de Torrefiel fazem as honras de começar a temporada na sala e, com o espetáculo «Los Protagonistas», são a nossa primeira coprodução internacional, pensada exclusivamente para o público mais jovem.

 

Uma caminhada dentro de um espaço teatral despojado da estrutura tradicional. Uma instalação-percurso de paisagens enigmáticas nas quais os espectadores se aventuram, como se fossem exploradores, até terras longínquas e, uma vez lá dentro, se tornam parte do corpo da história.

 

No mês seguinte estreamos a nova criação de Sofia Dias e Victor Roriz para crianças do pré- -escolar. Um espetáculo de dança contemporânea que alterna entre o concreto e o abstrato, servindo-se do movimento, da voz, da palavra, de objetos e de sons para brincar – tal como uma criança – sem problemas de saltar entre uma coisa e a outra.

 

Enquanto isso, no palco online, há Livros ao Ouvido, registos áudio de obras selecionadas da Biblioteca do Público. Um projeto que tem sido preparado com muito carinho para o nosso público e a pensar em quem gosta ou prefere ouvir histórias. Toda a equipa se mobilizou para escolher as suas leituras preferidas e dar corpo ao Livros ao Ouvido, dando também a conhecer ao público as vozes que costumam estar nos bastidores.

 

Em outubro, retomamos os nossos ciclos de programação temática, desta vez para pensar sobre o Poder. Quem é que o tem e porque é que ter poder é ter uma responsabilidade maior? O poder obriga, manda, influencia ou guia?

 

O Ciclo Poder traz ao LU.CA um programa de cinema, teatro, miniconferências, exposição de ilustrações e leituras encenadas que põe em causa o poder de cada um, neste mundo que é de um conjunto. Influenciada por um acontecimento recente, quando nos EUA um grupo de jovens garante ter influenciado um comício de Donald Trump, tendo como “arma” as redes sociais, surge-nos a questão: como é que cada um tem ou chega ao Poder e usa o Poder que tem?

 

Centrado na obra de George Orwell, «A Quinta dos Animais» surge a peça, uma coprodução do LU.CA, com adaptação do texto original por Inês Fonseca Santos e encenação de Tonan Quito. A estreia, em novembro, faz parte deste ciclo que usa diferentes linguagens artísticas para procurar respostas e nos pôr a pensar.

 

Depois, a dupla de criadores Diogo Alvim e Inês Botelho juntam-se para criar uma proposta artística para crianças que viaja através do som e junta teatro, música, dança e mímica com sons do que se vê e do que se imagina. Para terminar o ano, apresentamos «Que grande estrondo», de João Fazenda, o espectáculo e a exposição do iliustrador, cancelados em março e que agora estreiam mesmo antes do natal.

 

Neste quadrimestre o LU.CA vai também iniciar o seu projeto de ida às escolas de Lisboa com uma proposta desenhada para esse contexto. Uma vontade antiga de chegar às crianças e às escolas que não podem chegar ao LU.CA.

 

Quando ficámos fechados em casa, durante o confinamento, pensávamos nas crianças e nos jovens e em como pode ser difícil estar afastado dos amigos e da escola. Por essa razão, em conjunto com vários artistas, construímos projetos para o Facebook, Instagram e para o Spotify, que pudessem ser vistos à distância e chegassem a mais casas e a outras cidades. Foi assim que a nossa plateia aumentou várias vezes de tamanho. Agora, vivemos num tempo diferente, mas descobrimos que mesmo sem nos vermos ou nos tocarmos podemos ficar ligados uns aos outros. E é assim que queremos continuar, perto de ti, no LU.CA, na Calçada da Ajuda, e ONLINE, nas nossas redes sociais.

 

 

Susana Menezes, diretora artística

 

 

 

Descarrega a nossa brochura digital aqui.

 

Caso queiras receber a brochura em formato físico em casa, deixa-nos a tua morada aqui.