string(7) "#ef8567" Saltar para o conteúdo principal Mapa do Site Ajuda de navegação e acessibilidade web
Programação online Artes Plásticas Poesia

Poemas para Estes Dias

27 de janeiro a 07 de fevereiro

«Aí, onde não alcançam nem o poeta
nem a leitura,
o poema está só.
E, incapaz de suportar sozinho a vida, canta.»

 

Excerto de «Na Biblioteca», de Manuel António Pina

 

Poemas para estes dias chega com urgência e sem ninguém estar à espera, surge para deixar poemas à vista para quando precisarmos deles, aparece quando o mundo nos parecer meio avariado e para garantir que podemos acreditar no que queremos.

 

A poesia chega a estes dias como um sonho com versos que já existiam e traz novas vozes, línguas, desenhos, formas, formatos, sons, cores e mais o que nos formos lembrando. Começa no fim de dezembro de dois mil e vinte – o ano que ninguém esquecerá – e ficará enquanto fizer sentido. Será-para-sempre?

 

27 de janeiro

«No voo de uma palavra», de José Jorge Letria

30 de janeiro

«Poesia», de Gonçalo M. Tavares

03 de fevereiro

«A Palavra Perdida», de Inês Fonseca Santos

07 de fevereiro

«Conversa com o Sol», de João Pedro Mésseder